Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \29\UTC 2008

Quando vier me visitar…

Traga flores,
Muitas delas…
Porém, não me traga apenas flores:
Não se esqueça de juntar a elas
A beleza do seu sorriso,
A ternura do seu olhar,
A força do seu abraço.
O calor dos seus beijos…

Quando vier me visitar,
Traga flores,
Muitas delas…
Mas não esqueça de tirar-lhes
Os espinhos que machucam,
As folhas envelhecidas,
Os galhos secos,
As dores embutidas…

Quando vier me visitar,
Traga flores,
Muitas delas…
Perfumadas, coloridas, alegres:
Todas parecidas com você!

Quando vier me visitar,
Traga você por inteiro…
As flores?
Nem sei se vai precisar!
(Débora Bellentani)

Read Full Post »


Campo de Flores

Olho-Te, Campo de Flores,
belo, afável,
exalas mil odores,
que chegam até mim,
inebriam-me, …entontecem-me,
mudam-me o sentir, mudam-me a vida,

…olho-Te, Campo de Flores,
colorido pelo meu olhar,
és sereno e mui doce,
levas todos os meus Sorrisos,
arrebatas-me todos os Beijos…!
Olho-Te, meu Campo de Flores,

…deleite dos meus desejos.

andy

Read Full Post »

 

 

NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais – não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.

Read Full Post »


Só tenho os meus versos
pra te trazer pra perto de mim.
É a minha poesia que alegra
os teus dias e faz sorrir o teu coração.
É a magia das palavras
que te deixa encantada,
perfumando assim o teu viver.


São minhas loucuras
costuradas em cores,
meu desatino, meus amores,
minha insanidade nessa fantasia maluca,
de quem vê a idade
sem culpa de envelhecer.
Sou eu amando você, e você
nem se dá por conta desse amor.


Sou eu criando rimas,
olhando pra cima , pedindo forças pra Deus.
Sou eu quem te quer perto,
serás o meu oásis nesse deserto de solidão.
Sou eu te pedindo perdão,
apenas pra ser teu.
Sou eu novamente, eu outra vez,
estou aqui com os meus poemas,
fazendo de tudo pra te ver feliz . . .


Paulo Roberto Roos
HoMenino Poeta

Read Full Post »

São tantas vidas,

tantas perguntas pedindo respostas,

tantas despedidas.

Mas quando tudo volta,

temos sempre a nossa volta

as pessoas que a gente mais precisa.

O aprender continua no renascer

das nossas existências,

muda a nossa aparência mas a nossa

consciência ainda nos acusa.

Pedindo ajustes que as vezes alguns não gostam,

quando muito se abusa.

O que nos importa é a nossa igualdade,

sem privilégios a dor nos serve de remédio

quando o amor não é usado nem levado a sério.

A harmonia e a ternura existem

nos nossos dias e nas noites escuras,

nos envolvem e nos devolvem

a mesma doçura que desejamos.

Somos nós que conquistamos

no caminho do bem a nossa cura . . .

Autor : Paulo Roberto

HoMenino Poeta

Read Full Post »

“Prioridades”

As minhas prioridades
dentro dos meus desejos
e das minhas vontades,
se fazem vivas e permanecem firmes.
Mas o que mais importa,
são as formas de conseguir.

Existem várias portas que podemos abrir.


Na passagem dos pensamentos,
os nossos sentimentos se movem
e caminham, gatinham sem desistir.
As minhas prioridades tem carências,
são tímidas e sensíveis,

mas também tem coragem e decência
e tem uma força invisível,
que se move e anda sempre comigo.
São os anjos do amor
acariciando os meus sentidos.
Convido você a num abraço apertado
se chegar e me conhecer.

Um Homem apaixonado
que sonha ter ao seu lado
a suavidade do teu viver.
Minhas prioridades me envolvem
e me devolvem as coisas que eu mais preciso.
Agora minha prioridade fala pra mim,
que quer dançar nas nuvens contigo .
. .

Paul Roberto Roos
HoMenino Poeta

Read Full Post »



Mais uma vez pousei.
Acreditei.
Descansei do meu vôo solitário.
O amor como um espantalho,
Me fez novamente voar.

Eu cansada de viver só,
Havia pousado apenas para amar.
Mas novamente,
Com um vazio no coração,
Voando do sul ao norte,
Estava eu na minha migração
Da vida para a morte.

Por que me abandonou a sorte?

Será que estou voando a frente?
Ou espera por mim a morte.

Mas antes que a vida,
As asas me corte,
Vou pousar novamente,
Esperando que o amor,
Desta vez me conforte.

Mais uma vez voei…

(Maria Flor)

Read Full Post »

Older Posts »