Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Piadas’ Category

Troca de lâmpada…

Para trocar uma lâmpada,  quantas pessoas são  necessárias?

Depende do tipo de  pessoa:

Gays
Seis: um para trocar e  cinco para ficar gritando: Linda! Poderosa! Maravilhosa!  Divina! Tuuudo!

Peruas
Duas: uma chama o eletricista e a outra prepara os  drinques.

Psicólogos
Apenas  um, mas a lâmpada precisa QUERER ser trocada.

Loiras
Cinco: uma para  segurar a lâmpada e outras quatro para girarem a  cadeira.

Consultores
Dois… Um sempre abandona o trabalho no meio do  projeto.

Bêbados
Um, só pra  segurar a lâmpada, enquanto o teto vai rodando.

Ativistas Gays
Nenhum. A  lâmpada não precisa mudar, para ser aceita pela  sociedade.

Cantores sertanejos
Dois: um troca a lâmpada e o outro escreve uma  canção sobre os bons tempos da lâmpada antiga…

Machões
Nenhum: macho não  tem medo de escuro.

Patricinhas
Duas: uma pra segurar a Coca light e outra pra  chamar o papai.

Argentinos
Um só: ele segura a lâmpada e o mundo gira ao seu  redor.

Mulher com  TPM(essa é  a melhor de todas)!!!
Só ela!  SOZINHA!! Porque  NINGUÉM, dentro desta casa sabe como  trocar uma lâmpada! São um bando de  IMPRESTÁVEIS!!! Eles nem percebem que a  lâmpada queimou! OS INÚTEIS podem ficar  em casa no escuro por três dias antes de notar que a  bosta da lâmpada queimou! E quando eles notarem, vão  passar mais cinco dias esperando que EU troque a lâmpada, porque eles acham que  EU sou a ESCRAVA deles!!! E quando eles se derem conta de que  EU não vou trocar a lâmpada, OS  INCOMPETENTES ainda vão ficar mais dois dias no  escuro porque não sabem que as lâmpadas novas ficam  dentro da merda da despensa! E se, por algum milagre,  OS INFELIZES encontrarem as lâmpadas  novas, vão arrastar a poltrona da sala até o lugar onde  está a lâmpada queimada e vão arranhar o piso todo,  porque são INCAPAZES de saber onde a  escada fica guardada! É inútil esperar que eles troquem  a lâmpada, então sou EU mesma quem vai  trocá-la! E como EU sou uma mulher  INDEPENDENTE, vou lá e troco! E  SOME DA MINHA  FRENTE!!!

 



Read Full Post »

Zé sonhando…

Certo dia Zé foi se deitar. Deu boa noite à sua mulher, e dormiu.
Quando acorda, Zé se sente leve demais, olha pra frente e dá de cara com um sujeito barbudo e pergunta:
– Ei! Quem é você?
Eu sou São Pedro e você está no céu.
– Não! Eu não posso morrer! Por favor São Pedro, faça eu voltar!
– Meu filho você só poderá voltar se for na forma de cachorra ou de galinha.
Zé fica pensativo… (Cachorra é foda, vários cachorros enrabam ela, já a galinha… eu nunca vi pau de galo, deve ser pequeno…)

Eu quero voltar como galinha!

Num piscar de olhos… BUUUMMM! Zé se vê num galinheiro, quando olha pra frente vê o galo que lhe pergunta:
– Você é nova aqui no galinheiro, certo?
– Sim, sou sim.
– Bom, aqui só tem duas opções: ou você vai para a ala das reprodutoras ou para a ala das poedeiras.
– Bom, seu galo, eu não sei botar ovo!…
– Bom, diz o galo, o negócio é o seguinte: senta aí, levanta a asinha esquerda duas vezes e faz cócó.

Zé segue os passos e… PLOC, sai um ovinho…Zé se empolga… tenta mais uma vez e…. PLOC, sai outro ovinho…- Pô! Tô começando a gostar desse negócio de ser galinha.Quando Zé começa a fazer outro ovinho ouve o grito da sua mulher:- PORRA ZÉ! Acorda SEU FILHODAPUTA! Tá cagando na cama toda!

Read Full Post »

No trem…

Um bonitão, bem vestido e perfumado está dentro do trem, quando uma loira escultural perde o equilíbrio e pisa no seu pé.

A moça, toda envergonhada:- Oh! Me perdoe por isso! Se machucou? Será que eu posso te recompensar pagando uma bebida ou algo mais?
O rapaz, sério, responde:
– Não precisa, obrigado!
A moça saiu cabisbaixa.

Então um caipira do lado chega perto do cara e diz:
– Ará! Cumé qui ocê podi deixar uma belezurra dessa escapá?
Nossa, qui peitão! Qui rabão! Essa muié mi dexô tão excitado qui agora eu comeria até uma cabra!
– Ah, é?-
Ô, si é!

– Bééééééééé….

 

Read Full Post »

Enterrando um argentino..

Um brasileiro entra na delegacia em plena Caxias do Sul e dirige-se ao Delegado:

– Vim me entregar. Cometi um crime e desde então não consigo viver em paz.
– Meu senhor, as leis aqui são muito severas e são cumpridas e se o senhor é mesmo culpado não haverá apelação nem dor de consciência que o livre da cadeia.
– Atropelei um argentino na estrada ao sul de Caxias.
– Ora meu amigo, como o senhor pode se culpar se estes argentinos atravessam as ruas e as estradas a todo o momento?
– Mas ele estava no acostamento.
– Se estava no acostamento é porque queria atravessar, se não fosse o senhor seria outro qualquer.
– Mas não tive nem a hombridade de avisar a família daquele homem, sou um crápula!
– Meu amigo, se o senhor tivesse avisado haveria manifestação, repúdio popular, passeata, repressão, pancadaria e morreria muito mais gente, acho o senhor um pacifista, merece uma estátua.
– Eu enterrei o pobre homem ali mesmo, na beira da estrada.
– O senhor é um grande humanista, enterrar um argentino, é um benfeitor, outro qualquer o abandonaria ali mesmo para ser comido por urubus e outros animais, provavelmente até hienas. – Mas enquanto eu o enterrava, ele gritava : Estoy vivo, estoy vivo!!
– Tudo mentira, esses argentinos mentem muito!

Read Full Post »

Sogra dedo duro.

O guarda manda o sujeito parar o carro.

 

– Seus documentos, por favor. O senhor estava a 130km/h e a velocidade maxima nesta estrada é 100.

 

– Não, seu guarda, eu estava a 100, com certeza.

 

A sogra dele corrige: – Ah, Chico, que é isso! Você estava a 130 ou mais!

 

O sujeito olha para a sogra com o rosto fervendo.

 

– E sua lanterna direita não está funcionando…

 

– Minha lanterna? Nem sabia disso. Deve ter pifado na estrada…

 

A sogra insiste: – Ah, Chico, que mentira! Você vem falando há semanas que precisa consertar a lanterna!

 

O sujeito está fulo e faz sinal à sogra para ficar quieta.

 

– E o senhor está sem o cinto de segurança.

 

– Mas eu estava com ele. Eu só tirei para pegar os documentos!

 

– Ah, Chico, deixa disso! Você nunca usa o cinto!

 

O sujeito não se contém e grita para a sogra:

 

– CALA ESSA BOCA!

 

O guarda se inclina e pergunta à senhora:

 

– Ele sempre grita assim com a senhora?

 

Ela responde:

 

– Não, seu guarda….SÓ QUANDO ELE BEBE.

Read Full Post »

O pedido da amante…

O pedido da amante…

Ricardo está no motel com a amante, curtindo o pós-coito, quando ela
resolve interromper o silêncio:
– Ricardo, por que você não corta essa barba?
– Ah… se dependesse só de mim… Você sabe que minha mulher seria
capaz de me matar se eu aparecesse sem barba… ela me ama assim !
– Ora, querido – insiste a amante – Faça isso por mim, por favor…
– Não sei não, querida…. sabe, minha mulher me ama muito, não tenho
coragem de decepcioná-la…
– Mas você sabe que eu também te amo muito… pense no caso, por favor…
O sujeito continua dizendo que não dá, até que não resiste às súplicas
da amante e resolve atender ao pedido.
Depois do trabalho ele passa no barbeiro, em seguida vai a um jantar
de negócios e quando chega em casa a esposa já está dormindo.
Assim que ele se deita, sente a mão da esposa afagando o seu rosto
lisinho e com a sua voz sonolenta ela diz:
– Paulão!!! Seu merda, f… de uma p…, você ainda está aqui?
Vai embora… O barbudinho já está pra chegar !!!kkkkk

Read Full Post »

Primeiro encontro

O camarada estava namorando pouco tempo e foi convidado para jantar na casa de sua amada. Chegando lá, percebeu que o ambiente era chique e a família da garota estava estava toda lá para conhecê-lo. Rex, o cãozinho dela, se afeiçoou muito com o cara e na hora do jantar ficou debaixo da cadeira dele. Quando serviram a salada, bateu uma tremenda vontade no cara peidar. Sem jeito, acabou soltando um pum sem som, mas daqueles de queimar a cueca. A garota olhou de cara feia para o cachorrinho e brigou:
– Rex, sai daí!
O cara sentiu-se aliviado com a bronca e novamente outra vontade de peidar.
Soutou de novo um peidão sem som mas, o fedozão dominou o ambiente. a menina tornou a dar bronca no animalzinho indefeso:
– Rex, eu já mandei sair!
Então, o sujeito se sentiu em casa. Já na sobremesa, sem nenhum constrangimento, soltou um peidaço silencioso, foi horrível, parecia que tinha comido um gambá em decomposição. A tia da namorada quase vomitou. Foi então que a querida dele se levantou furiosa, com as mãos na cintura, olhando o cachorro e gritando:
– Rex, some daí, senão esse escroto caga em cima de vc!

Read Full Post »

Older Posts »